O que devo fazer quando eu não sei o que fazer?

O que devo fazer quando eu não sei o que fazer?

 

Há quem defina a sindicatura como um desafio, há quem a defina como um conjunto de desafios.

A grande questão que temos com relação aos desafios, na verdade, não é o tamanho deles, mas sim a dimensão que lhes damos. Nessa jornada repleta de obstáculos, é singular a busca pela capacitação para enfrentá-los. Quanto mais familiarizados estamos com o obstáculo, bem como com as soluções para superá-lo, melhor capacitados estamos para exercer a função de síndico.

E quando a familiaridade com o obstáculo não faz parte da equação? Sabemos que a jornada da sindicatura é um caminho repleto de situações inusitadas. E é inerente ao ser humano retrair e diminuir a qualidade da performance nessas situações. Essas retrações podem ser significativas, dependendo do número de situações inusitadas, assim como do nosso preparo para lidar com o desconhecido. Tão importante quanto ter protocolos para os obstáculos já mapeados na gestão condominial são as programações comportamentais que devemos adotar quando esses obstáculos não estão mapeados.

Devemos estar capacitados para responder à seguinte questão: “O que devo fazer quando não sei o que fazer?”. A Programação Neurolinguística (PNL) pode ser uma ferramenta valiosa para nós, colegas de sindicatura, encontrarmos essa resposta. Essa abordagem, criada por Richard Bandler e John Grinder na Califórnia, Estados Unidos, na década de 1970, possui ferramentas que ajudam a melhorar a comunicação, a compreensão dos padrões de pensamento e comportamento humano, e a transformar comportamentos negativos em positivos. Tornando possível desenvolver uma maior confiança e capacidade para lidar com situações inusitadas com sucesso.

Especificamente, a PNL pode auxiliar o síndico a:

- Mediar conflitos de forma eficiente, mantendo-se neutro e focado na solução.
- Comunicar-se assertivamente, transmitindo mensagens claras e objetivas.
- Entender melhor as situações e as pessoas envolvidas, para agir com razão e não com emoção.
- Desenvolver habilidades de persuasão, úteis em negociações e na resolução de problemas.
- Adotar programações comportamentais adequadas para lidar com obstáculos não mapeados, mantendo a calma e a eficiência mesmo sob pressão.

Além dessas abordagens, várias outras ferramentas de PNL podem ser peculiares às situações singulares da jornada de cada um de vocês, colegas de sindicatura. Conhecê-las, aplicá-las e divulgá-las fará parte do desenvolvimento do perfil do síndico de alta performance que buscamos construir como profissionais e entusiastas desta nobre função. E lembre-se que cada novo obstáculo é uma oportunidade de experimentar uma dessas ferramentas e aprimorar sua capacidade.

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2024-04-14 02:00:08' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2024-04-14 02:00:08' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora