Ah, o Natal!

Ah, o Natal!

Quisera que todo dia fosse Natal, assim os sorrisos seriam constantes, os corações seriam sempre bondosos e as pessoas mais tolerantes. Aí eu me pergunto: qual a dificuldade que há em manter o espírito elevado todos os dias do ano?

Na busca por uma resposta eu lembro que somos todos humanos, incompletos, cheios de limitações e para complicar, cada um tem um jeito, um olhar e um pensamento sobre os eventos do dia a dia, sobre a vida e as emoções.

Pois bem, perdidos na correria pela sobrevivência, nosso instinto fala mais alto, e por isso competimos ao invés de cooperar. Nos exaltamos em detrimento do próximo e assim vamos perdendo a paciência com muita facilidade e tornamos eventos corriqueiros em embates dantescos.

O condomínio, que é uma comunidade que nos deixa muito próximos fisicamente uns dos outros, muitas vezes, e, exatamente por isso, é palco de conflitos, confusões e até agressões.

Infelizmente não é incomum acompanharmos notícias de condôminos que vão às vias de fato por motivos torpes. Síndicos são agredidos, funcionários são destratados, e vizinhos se tornam inimigos.

Mas, voltemos ao espírito de Natal. Se pelo menos nessa época somos capazes de bondades, de perdão e de expressar amor até mesmo pelos desconhecidos, então, essa é a prova de que temos dentro de nós essa capacidade. O que se faz necessário é o resgate dos bons sentimentos e de fazer que eles sejam uma constante em nossas vidas e em nossos condomínios.

Um caminho para amenizar os conflitos, é a comunicação correta e eficaz. As regras devem estar claras ao alcance de todos, mas, muito mais do que isso é a forma.

A comunicação eficaz é quando a mensagem foi compreendida pelo receptor, exatamente como foi enviada pelo emissor. Porém, frases escritas num mural de recados, no elevador ou num grupo de whatsApp não garantem esse processo. A única garantia é quando as palavras são uma mera formalização da cultura daquela comunidade. Se há respeito, se as pessoas se cumprimentam, se valorizam seus funcionários, se o sorriso faz parte do dia a dia do condomínio, então podem ter certeza, a comunicação já existe, está implícita nas ações e reações de todos.

Quando se faz necessário incluir num Regimento Interno que é obrigação de todos, respeitar os funcionários e tratar a todos de forma cordata e gentil, é sinal de alerta. Se esse artigo deve ser lembrado periodicamente, ai então esse condomínio tem problema.

Que saibamos manter em nossas vidas e em nossos condomínios, o espírito de Natal. Que saibamos nos comunicar corretamente de forma positiva, gentil e amigável. Que sejamos tolerantes com nosso próximo. Temos essa habilidade dentro de nós, só precisamos fortalecê-la. Que venha 2019 e que sejamos melhores.

Martinha Silva é graduada em Administração, especialista em Gestão de Pessoas, gestora condominial em Itajaí e escritora.

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2021-06-21 13:09:07' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2021-06-21 13:09:07' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora