Celesc projeta instalação de medidores inteligentes em condomínios

Equipamentos fornecem informação em tempo real e de forma remota sobre o fornecimento de energia e maior agilidade no religamento da luz Equipamentos fornecem informação em tempo real e de forma remota sobre o fornecimento de energia e maior agilidade no religamento da luz

Celesc iniciou a instalação dos novos medidores em residências, mas há planejamento para que os condomínios sejam contemplados

O processo de instalação de medidores inteligentes de energia para clientes de Florianópolis começou no último dia 2 de janeiro. A operação da Celesc teve início no bairro Coqueiros, com base em questões logísticas, e ao longo de 36 meses será expandida para todas as demais regiões da Capital, incluindo condomínios. No primeiro dia de operação, foram substituídos 100 equipamentos antigos pelos novos na região.

A troca dos medidores será feita por técnicos da Celesc de forma espontânea, sem a necessidade de solicitação por parte dos clientes e sem custos extras. Ao todo, o investimento com substituições será de R$ 116 milhões.

“Pretendemos nos próximos 36 meses, seguindo a programação do projeto, realizar as trocas em toda a cidade de Florianópolis”, explica o gerente Departamento de Gestão Técnica Comercial da Celesc, Castilho Sontag Filho. “São aproximadamente 270 mil residências e comércios, e mais 5.200 transformadores que também terão um medidor inteligente”, informa.

Em contato com a reportagem do JC, Ayslan de Souza Ferreira, gerente da área de normas de padrões de entrada de energia da Celesc, comentou sobre a colocação dos medidores em condomínios.

“Em agosto do ano passado, na reunião da ASDESC que ocorreu no Empresarial Terra Firme, tivemos a oportunidade de realizar uma explanação sucinta sobre o projeto, comentando sobre o salto tecnológico que a Celesc está dando com essa implantação, além das vantagens ao consumidor, mas sem entrar em maiores detalhes dessa iniciativa. O projeto prevê a instalação de medidores inteligentes em todas as Unidades Consumidoras de baixa tensão de Florianópolis, incluindo também todos os condomínios do município”, salienta.

Os medidores antigos serão trocados por equipamentos modernos, que fornecerão informação em tempo real do fornecimento de energia e maior agilidade no religamento da luz.

“Isto possibilita maior agilidade no atendimento de ocorrências e melhor dimensionamento do sistema de distribuição. Além disso, futuramente a Celesc disponibilizará o acesso aos dados de consumo no aplicativo, para que o consumidor possa analisar seu perfil de consumo e tomar ações para reduzi-lo ou até mesmo aderir a alguma modalidade de faturamento mais vantajosa financeiramente, a exemplo da tarifa branca”, afirma o presidente da Celesc, Tarcísio Estefano Rosa.

Com a instalação dos medidores inteligentes, leituras, faturamentos, desligamentos, religações e indicação de falta de energia serão feitos de forma remota. O sistema também permite que, por meio de alarmes dos medidores e das medições de balanço instaladas nos transformadores de distribuição, sejam gerados indícios de irregularidades nas medições, direcionando fiscalizações em campo.

“Não haverá mais leiturista entrando no condomínio, tampouco o eletricista que faz o corte e religação”, comentou Adriano Lima Medeiros, assessor do Departamento Comercial da Celesc, no encontro realizado em agosto.

Ayslan também reforça que o planejamento contempla também as especificidades dos prédios. "Embora a execução da atividade em unidades individuais seja mais simples que em edificações de uso coletivo, não consideramos essa condição como um complicador para o projeto, e sim como uma característica de trabalho mais complexa, que também será realizada de forma planejada, garantindo a segurança dos profissionais, dos consumidores e das instalações próprio condomínio.


Principais vantagens do sistema:
• Consumidor poderá fazer a gestão do seu consumo em tempo real
• Combate a irregularidades e ligações clandestinas
• Redução da inadimplência
• Redução de custos operacionais
• Otimização da identificação e atendimento de ocorrências, agilizando a operação das equipes e reduzindo deslocamentos desnecessários
• Religamento automático de energia em caso de corte

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2024-03-03 03:49:06' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2024-03-03 03:49:06' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora