Como montar o enxoval do condomínio?

Como montar o enxoval do condomínio?

Chamada de “enxoval do condomínio” ou mobília coletiva, a lista de itens para novos condomínios é extensa e pode pesar nas despesas iniciais

Após um longo período de espera com a construção, vem o momento mais esperado por aqueles que compram um imóvel, a entrega da chave. Mas o trabalho não para por aí. A etapa seguinte exige a participação dos moradores e muito empenho do síndico.

Como não é regra que as construtoras entreguem as áreas comuns mobiliadas e prontas para o uso, já nas primeiras assembleias é preciso listar e aprovar todos os itens necessários para que os espaços comuns do prédio possam funcionar. “As construtoras em Itapema em sua maioria, cerca de 85%, entregam mobiliado, mas varia a área a que dão ênfase. Podem ser acessórios para o salão de festas, hall de entrada ou áreas de lazer como academia, piscina, brinquedoteca, sala de jogos”, relata a síndica profissional em Itapema, Damares Schultz.

De acordo com Damares, a primeira providência é fazer um inventário do que é recebido e fazer uma planilha de acordo com cada condomínio, definindo os itens como prioritários, necessários ou projetos futuros. “Como é prioridade para o condomínio começar a funcionar, deve ser providenciado na primeira semana os itens considerados emergenciais”, ressalta a especialista, que sugere que a mobília coletiva seja planejada com o arquiteto da construtora ou outro contratado pelo condomínio e, posteriormente junto com o Conselho, deve-se estabelecer uma planilha e o cronograma de projetos.

Damares Schultz
Damares Schultz, síndica profissional em Itapema

Como os gastos iniciais costumam ser altos, Damares sugere que na Assembleia de Instalação, a administradora proponha que seja estabelecida uma chamada de capital para as despesas iniciais, que varia conforme o porte do condomínio. “É importante que a administradora escolhida junto com a construtora apresente uma planilha de itens básicos prioritários”, explica a síndica.

Prioridades

A profissional recomenda que sejam priorizados os itens básicos de limpeza, como baldes, vassouras, produtos de limpeza, mangueira, escada, lixeiras. Além destes, também indica a compra de tapete e protetor para elevador de serviço, carrinhos de compras, placas de sinalização, tapetes de acesso à piscina e sauna. “É essencial providenciar o equipamento para a zeladoria e portaria, como por exemplo, bebedouro, armários, mesas e cadeiras, quadro de chaves, uniformes e EPIs para dar condições de trabalho”, sugere.

Na lista de prioridades, Damares destaca ainda, o quesito segurança que passou a demandar recursos mais imediatos nos condomínios como travas e sensores nos portões, câmeras no perímetro, acessos ao empreendimento por reconhecimento digital, facial ou QR code e portaria remota. “E após a pandemia do Covid temos hoje requisitos básicos como suportes de álcool gel em toda a área de lazer e acesso de elevadores, e tapetes sanitizantes em acessos de academia e outros ambientes de alto fluxo”, explica.

Para decoração de salão de festas, hall de entrada e outros ambientes, a síndica explica que de acordo com o porte do condomínio deve ser consultado um profissional ou o auxílio dos condôminos e conselheiros que possam orientar sobre as corretas aquisições. “Adoto sempre a postura de não decidir sozinha. Monto as planilhas e orçamentos e definimos em conjunto onde será aplicada a chamada de capital solicitada na assembleia”, relata. Segundo Damaris, o tempo para equipar e mobiliar o condomínio vai variar de acordo com o imóvel e os recursos financeiros, mas normalmente em um período de seis meses o prédio já está equipado para funcionar com tranquilidade.

Produtos em alta

Atuando no mercado de utensílios para cozinhas e churrasqueiras, Patrick Anselmo relata que os produtos mais procurados pelos síndicos são talheres em aço inox, pratos, xícaras, copos, taças, panelas inox ou antiaderente, espetos de churrasco, grelhas, cadeiras, mesas, fornos, coifas, cooktops. “Sempre há preferência que os utensílios sejam de fácil reposição, ou seja, que o fabricante venda peças avulsas, ou se ocorrer algum problema este dê a devida assistência como nos casos de produtos eletroeletrônicos”, relata.

Anselmo explica que o ideal é buscar informações dos produtos, principalmente os eletrodomésticos. “Há muitos condomínios que estão migrando, por exemplo, de fogões a gás para fogões elétricos por indução, que além de serem mais eficientes, certamente oferecem maior segurança, pois desligam automaticamente quando retiradas as panelas ou quando a potência for atingida. Em contrapartida, esses equipamentos exigem que sejam utilizados apenas determinados tipos de panelas, e na maioria dos casos as panelas de aço inox com fundo triplo atendem a essa exigência”, orienta.

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2024-06-21 03:48:54' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2024-06-21 03:48:54' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora