A regularidade da manutenção elétrica traz segurança e economia

A regularidade da manutenção elétrica traz segurança e economia

Quedas de luz, disjuntores que desarmam, oscilações de energia, são apenas algumas das situações encontradas que nos reportam à necessidade das manutenções preventivas, especialmente em condomínios residenciais

Em geral, as manutenções preventivas de instalações elétricas devem ser feitas a cada 2 anos, podendo esse intervalo ser ainda menor, dependendo do tipo e localização da edificação (residencial, comercial, proximidade com o mar, etc.).

A melhor alternativa para um gestor condominial, é buscar especialistas em cada área. Empresas de Engenharia Elétrica, registradas no CREA, que fazem os procedimentos conforme determinação da CELESC, podem oferecer análise e serviços técnicos para cada situação.

Incêndios originados por problemas em instalações elétricas, representam mais de 90% dos incêndios registrados (CREA) e são 8 vezes mais letais que outros tipos (CBMSC). Então é fundamental analisar periodicamente o bom funcionamento e o dimensionamento das instalações.

Em edifícios novos e seminovos, a regularidade da manutenção traz, além de segurança, a possibilidade de economia, aumentando a vida útil das instalações. Em prédios mais antigos (acima de 20 anos), muitos tem indicação de retrofit (reforma com atualização/ampliação) e aí, os resultados são ainda mais expressivos, tanto no aumento da segurança, da eficiência, quanto no consumo de energia elétrica, o que resulta em inevitável reflexo no valor da fatura de energia.

Nas edificações verticais, os resultados podem levar a reduções de até 40% no consumo de energia elétrica dos apartamentos. Esse é um resultado que vem sendo alcançado em muitos condomínios e que tem sido determinante para a tomada de decisão sobre o momento certo para aprovar obras tão importantes.

Diante de tudo isso, observa-se que além dos aspectos de segurança, eficiência e economia, há também os aspectos legais. Questões relacionadas à responsabilidade civil e criminal do síndico, a regularidade junto aos órgãos competentes (CELESC, CREA, CBMSC) e estar com as manutenções em dia, faz com que, em caso de sinistros, o condomínio esteja apto a receber indenização das seguradoras.

Néia Lehmkuhl é Administradora, Especialista em gerenciamento de projetos, Pós-graduanda em Gestão da Segurança Contra Incêndio e Pânico e Gerente de Projetos na Portal Sul Energia

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2021-11-28 10:42:08' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2021-11-28 10:42:08' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora