A saúde mental e os novos hábitos laborais

A saúde mental e os novos hábitos laborais

Estamos atravessando a maior crise sanitária global dos últimos 100 anos, e como toda crise, seja de qual natureza for, nos demanda sobretudo um senso de adaptação bastante apurado e desenvolvido, assim como o exercício cotidiano dele. Muitas transformações, desconforto, insegurança e medo são produzidas por uma crise, que naturalmente faz parte do processo de vida, crescimento e desenvolvimento de cada um de nós.

Mas as crises também trazem consigo e revelam grandes oportunidades de mudança de hábitos e padrões de comportamento que já se demonstram disfuncionais e desadaptativos, as crises servem para isso também, impulsionar-nos à frente, ao crescimento e ao desenvolvimento do ser e de suas funcionalidades.

Diante disto, algo que veio muito a calhar e que exemplifica perfeitamente o que já expus, são as novas formas de trabalho, e os novos hábitos e costumes que advém dessas mudanças, o home office.

A grande importância aqui e que faz toda a diferença em todo este processo de transformação e mudança nos hábitos, no comportamento, nos costumes e no modo de trabalhar, é a conscientização deste processo, ou seja, quanto mais conscientes daquilo que estamos fazendo, seja no modo de trabalhar, ou mesmo em qualquer coisa que façamos na vida, mais empoderados de nós mesmos e daquilo que estaremos realizando, ficaremos.

Para quem vive em condomínios, e para o próprio síndico, que serve ao papel de regular os relacionamentos coletivos no seu espaço, este desafio de adaptar-se a novos hábitos e padrões laborais, parece ainda maior, pois, se já estávamos cercados de grades, dispositivos de segurança e limites geograficamente bem definidos, a partir de agora, esta sensação claustrofóbica pode ser ainda maior, mesmo que toda esta mudança traga também benefícios e otimização dos nossos recursos e do nosso tempo.

Diante do exposto, convoco o leitor à reflexão sobre as consequências e o impacto destes novos hábitos na nossa saúde mental, da mesma forma que as atitudes que poderemos desenvolver no intuito de conseguir absorver todas essas novas demandas que o trabalho em casa exige, e assim, saber evitar uma situação insidiosa de Burnout, que é o adoecimento mental em decorrência do trabalho exaustivo ou em razão dele.

O isolamento prolongado unido ao estresse natural da atividade laboral, pode causar-nos insidiosamente, sentimentos de solidão, abandono, angústia, ansiedade e desesperança, e o pior de tudo, uma sensação de ausência de sentido que paralisa nossas ações, e que vão deprimindo o organismo trazendo prejuízos mentais, físicos, emocionais e relacionais, contribuindo inclusive a um comportamento antissocial no ambiente coletivo condominial.

Portanto, vão aqui algumas dicas ao caro leitor, primeiro de tudo, saiba diferenciar e discriminar o quê diz respeito às atividades e ao espaço de trabalho, e o quê diz repeito às atividades caseiras e familiares, e a este espaço, restrinja-se ao acesso de noticiários tóxicos nos meios de comunicação, notícias ruins causam ansiedade e insegurança, mantenha o contato e os vínculos, mesmo que virtual com os amigos, tenha uma atitude bem humorada diante das adversidades, parafraseando Mário Quintana, “falar bobagens areja a alma”, desenvolva alguma atividade física durante o período de trabalho, alimente-se bem, a boa alimentação interfere muito mais na nossa saúde mental do que pensamos, desligue-se do trabalho ao final do expediente, e por fim, faça uma boa psicoterapia, porque as grandes transformações e mais duradouras, vêm de dentro.

Danilo Lopes Jr é psicólogo clínico e psicoterapeuta de orientação analítica e atende online por videochamada. Contato (51) 98496 6167

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2021-03-08 09:01:30' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2021-03-08 09:01:30' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora