Colapso de prédio em Florianópolis é um alerta para síndicos

Colapso de prédio em Florianópolis é um alerta para síndicos

Plano de contingência para realizar uma estabilização emergencial da edificação está em execução

O risco de colapso da estrutura do edifício Morada do Norte, na Av. Beira-Mar Norte, em Florianópolis, é um alerta para síndicos e moradores ficarem atentos. O prédio de 12 andares e 25 apartamentos foi totalmente evacuado em 15 de janeiro, após parte da estrutura colapsar e gerar risco, por isso foi interditado pela Defesa Civil do município.

Um plano de contingência está em execução pela empresa contratada pelo condomínio para realizar uma estabilização emergencial. O engenheiro civil Mário Filippe de Souza, da Econd Engenharia para Condomínios, alerta para os sinais que síndicos devem ter com a estrutura para evitar danos como este no Centro de Florianópolis.

“A edificação tem 42 anos. Ao observar as imagens do sinistro, percebe-se que há duas vigas metálicas, algo pouco usual em edificações desse tipo, ainda mais se considerarmos que foi construído há mais de quatro décadas. É possível que já tenha acontecido algum dano em outro momento, e com isso fizeram um reforço estrutural. Outra observação é que as imagens mostram que ocorreu oxidação dos estribos e flambagem das barras de aço no pilar de concreto armado. A edificação dá sinais ao longo do tempo. Dificilmente um prédio vai colapsar sem diversos avisos. Por isso, síndico e moradores, que são os que estão diariamente na edificação, devem estar atentos a esses sinais. E sempre contar com o apoio de um engenheiro para entender o que esses sinais dizem, e quais medidas devem ser tomadas”, alerta.

Presente em diversos municípios do país, em Florianópolis não há nenhuma lei que obrigue a inspeção predial. O Projeto de Lei n. 13 13101/2008 foi levado à tramitação, mas não avançou. Nesse sentido, o engenheiro Mário Filippe reforça a importância de o síndico buscar empresas que de fato realizam o estudo da estrutura do condomínio.

“Muitas vezes, o condomínio acaba contratando uma empreiteira sem o devido processo de estudo e planejamento. Quando uma empreiteira faz um orçamento, ela não vai ter tempo ou disposição para olhar mais atentamente a estrutura.

Normalmente também não é o engenheiro da empreiteira que vai vistoriar para fazer o orçamento, mas sim um representante da área comercial. Isso aumenta bastante a importância da inspeção predial e do planejamento da obra. Fazer uma reforma predial sem a inspeção prévia é como fazer cirurgia sem passar por exames”, adverte.

O engenheiro também enfatiza a importância de síndicos e condôminos conhecerem o processo completo da inspeção predial, que busca não apenas levantar os danos e falhas existentes, mas também levantar e entender o histórico de execução e manutenções da edificação, propor soluções para a correta resolução, avaliar a responsabilidade pelos reparos, definir e quantificar os serviços e, por fim, planejar e acompanhar os reparos.

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2024-07-22 08:55:21' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2024-07-22 08:55:21' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora