Homem ateia fogo em edifício ao atirar fósforos acesos por duto de ar e é condenado

Homem ateia fogo em edifício ao atirar fósforos acesos por duto de ar e é condenado

Imagens das câmeras de segurança flagraram ação do acusado

Um morador que colocou em risco o patrimônio e a integridade física de vizinhos de condomínio localizado em cidade do litoral norte catarinense, ao atirar palitos de fósforo acesos pelo duto de ventilação do prédio, teve condenação mantida em julgamento da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. Sua pena foi confirmada em seis anos, quatro meses e seis dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, mais 21 dias-multa.

Em outubro de 2018, a então síndica do prédio foi questionada por um técnico de instalação se existia alguma churrasqueira no terraço. Ao responder que não, foi avisada que de lá saía uma fumaça. Ao se dirigir ao local, ela verificou que se tratava de um incêndio. A mulher pediu ajuda para apagar o fogo e foi conferir as imagens de segurança para identificar o que havia ocorrido. Foi quando pôde ver o morador no momento em que atirava palitos de fósforo acesos no duto de ventilação do prédio.

O incêndio

Os bombeiros foram acionados e todos os moradores precisaram evacuar do local. Quando os agentes confirmaram que o fogo foi iniciado por causa humana, os demais moradores resolveram fazer a denúncia do vizinho. Foram mais de R$ 3 mil para a realização dos reparos, excluídos os danos nos apartamentos.

Uma testemunha ouvida nos autos revelou que viu o réu fumando no terraço. Contou também que os moradores já tiveram problemas com o acusado anteriormente, pois ele certa feita colocou fogo em uma lixeira e a atirou no meio da rua, ocasião em que também precisaram acionar a polícia. A testemunha mostrou, inclusive, um boletim de ocorrência registrado contra o acusado, que já a abordou com uma faca e uma chave de fenda no hall de entrada do edifício.

O que disse o réu

De acordo com a versão do denunciado, os testemunhos anteriores são fantasiosos. Ele acredita sofrer perseguição pessoal porque sempre reclamou de serviços mal prestados pelos síndicos. Garantiu que, na ocasião, lavava suas meias no tanque do terraço, acompanhado por outras pessoas. Ao concluir a tarefa, relembra, desceu normalmente e só posteriormente foi informado sobre o incêndio. Seu apartamento, que fica no térreo, não sofreu nenhum dano.

Em seu apelo, pleiteou absolvição por insuficiência probatória com relação à autoria e defendeu a inexistência de perigo à incolumidade pública, a atipicidade formal e a não consumação delitiva. Postulou, ainda, a desclassificação para o crime de dano qualificado ou para o crime de incêndio culposo. Pleiteou a revisão da dosimetria da pena e suas consequências. Por fim, requereu a concessão da gratuidade da justiça – única benesse obtida.

Segundo o magistrado, as imagens das câmeras de segurança contradizem o depoimento do acusado, pois atestam que ele estava sozinho e fumava, sem qualquer indicativo de que lavava roupas, até porque permaneceu por vários minutos em frente ao duto de ventilação no qual se originou o incêndio – inclusive agachando-se no local, sem se dirigir em nenhum momento ao tanque localizado ao lado. “Ele expôs a perigo a vida, a integridade física e o patrimônio dos moradores do condomínio”, concluiu o relator, em voto seguido de forma unânime pelo colegiado.

Fonte: scc10

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2024-03-03 02:16:06' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2024-03-03 02:16:06' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora