PMF faz sensibilização ambiental em condomínios para engajar usuários à seletiva flex de orgânicos

Seletiva flex de orgânicos nos condomínios Seletiva flex de orgânicos nos condomínios

Coleta de resíduos orgânicos aumentou 126% este ano

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smma) informa que equipe de sensibilização ambiental está percorrendo condomínios e estabelecimentos comerciais e de serviço na Agronômica e Centro para instruir e cadastrar usuários para planejar a ampliação da seletiva flex Floripa.

A partir desse cadastro, informa a gerente de Planejamento, Daiana Bastezini, os usuários serão chamados a participar de reunião com equipe técnica da Superintendência de Gestão de Resíduos da Smma. Terão capacitação para o gerenciamento interno de resíduos e passarão a receber informações regulares sobre os serviços por meio de WhatsApp no número apurado para o cadastro.

A orientação direta ajuda o usuário a atender a Política Nacional de Resíduos Sólidos que obriga o domicílio a segregar os resíduos nas frações oferecidas pelo poder público. Hoje, onde há coleta seletiva implantada pelo município, a não participação do usuário configura crime ambiental, alerta o engenheiro Wilson Cancian Lopes.

Por exemplo, nos bairros já atendidos pela seletiva flex em Florianópolis, os resíduos devem ser separados em quatro frações: embalagens recicláveis (metal, plástico, papel/papelão), só vidro, orgânicos compostáveis e rejeito.

A seletiva flex de orgânicos atende com caminhões satélites condomínios do Itacorubi, Córrego Grande e Trindade.

Pelo sistema de bombonas, a seletiva flex de orgânicos atende Monte Verde (22 pontos), Monte Cristo (17 pontos), Ribeirão da Ilha (17 pontos), Morro do Quilombo (17 pontos), Ratones (30) e condomínios do Itacorubi (10).

Resultados de impacto

Os resultados são de impacto social e ambiental. Apenas no dia 18 de julho, a Superintendência de Gestão de Resíduos da Smma recolheu 28,5 toneladas de resíduos orgânicos. A coleta de orgânicos (restos de alimentos) cresceu 126% no mês de junho em relação ao mesmo período do ano passado, informa o superintendente Ulisses Bianchini. É um grande avanço em direção às metas lixo zero. Até 2030, Floripa tem de desviar 90% dos resíduos orgânicos do aterro sanitário, aponta ele.

“É como se num único dia coletássemos a quantidade de orgânicos que antes levava o mês inteiro”, compara a gerente da Coleta Seletiva, Tamara Gaia.

Com a compostagem, a cidade deixa de enviar toneladas de alimentos para o aterro sanitário. A cada tonelada, economiza R$ 156 com transporte e aterramento até Biguaçu e gera valor social e ambiental com o composto e cepilho usados em práticas de agricultura urbana.

Fonte: PMF

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2022-08-18 15:57:50' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2022-08-18 15:57:50' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora