5 dicas para gerir os grupos de WhatsApp de condomínios

Foto: Unsplash Foto: Unsplash

O Whatsapp já está presente na vida de praticamente todos os brasileiros e é o app mais usado do país. Por isso, os grupos no aplicativo de conversas se tornaram uma forma mais rápida de resolver pequenos problemas no condomínio e ainda dar avisos do dia-a-dia, agilizando muitos processos necessários.

Mas, nem sempre a coisa sai como o planejado e, se o grupo for mal administrado, pode acabar se tornando inútil. Veja algumas dicas para gerir o grupo da maneira mais eficiente:

Não imponha o grupo sozinho 

A criação e utilização do grupo deve ser proposta em uma reunião de condomínio. O síndico não deve criar o grupo e adicionar os moradores sem avisá-los, pois para algumas pessoas o Whatsapp é um incômodo. Se a sugestão for aprovada pela maioria, o grupo pode ser criado e contar apenas com os moradores que aprovarem a entrada.

Administração do grupo

O síndico deve ser o único administrador do grupo de Whatsapp do condomínio, tendo o poder exclusivo de adicionar e remover pessoas. Isso ajuda a aumentar a segurança do grupo e evita possíveis transtornos com invasões.

Crie regras para o grupo

As postagens do grupo devem ser relacionadas apenas aos assuntos pertinentes ao condomínio. Já houve casos em que conversas paralelas em grupos condominiais resultaram em indenização. É muito fácil um grupo se perder através de mensagens inúteis para o tema, como conversas rotineiras, memes e correntes, pois muitas pessoas compartilham textos e fotos em todos os grupos em que estão, sem nem ver quais são.

Além disso, se outros assuntos forem tratados no grupo, há uma grande possibilidade de os conflitos aumentarem em vez de diminuírem, graças aos confrontos que são comuns nas redes sociais. Em caso de postagens inadequadas, dê um aviso ao morador através do próprio aplicativo, em uma conversa privada. Lembre-se de não expor os moradores no grupo público, pois isso também pode aumentar os desentendimentos.

Explore outras plataformas

Se o grupo do WhatsApp estiver dando certo na resolução de questões do condomínio, você pode explorar outras plataformas que facilitam ainda mais a gestão. Uma delas é o Telegram, que tem funcionamento parecido com o do Whatsapp, mas possui algumas funções que auxiliam na administração, ajudando a manter o foco dos grupos.

Há configurações em que apenas o síndico pode criar postagens, e os demais membros do grupo podem responder no tópico em questão, o que ajuda muito na organização. Também é possível criar enquetes, o que pode até substituir longos debates nas reuniões.

O aplicativo é bem menos usado do que o Whatsapp, podendo gerar problemas na adaptação. Entretanto, de acordo com um levantamento do portal GUIA55, o número de buscas pelo app está quase duas vezes maior em 2021 do que em 2020, o que indica uma consolidação da plataforma no Brasil.

Evite áudios

O envio de mensagens de áudio deve ser evitado, especialmente nos assuntos mais pertinentes. Nem todos têm tempo para parar e ouvir as mensagens do grupo e, por isso, algo pode passar batido. As mensagens escritas são mais práticas para todos.

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2021-07-31 01:22:36' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2021-07-31 01:22:36' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora