Empresas de elevadores dão dicas de uso para evitar Covid-19

A orientação dos fabricantes é a de não aplicar produtos diretamente sobre peças e botões do elevador: deve-se utilizar um pano umedecido A orientação dos fabricantes é a de não aplicar produtos diretamente sobre peças e botões do elevador: deve-se utilizar um pano umedecido

Diversas medidas de combate ao novo coronavírus têm como campo de ação os modais de transporte. Os alertas abrangem os transportes aéreo, terrestre e aquático. Também considerados meios de transporte, os elevadores são apontados como ambientes com grande potencial de contaminação.

Diante desse risco, a Associação Brasileira das Empresas de Elevadores (Abeel) preparou a cartilha Coronavírus: Como Evitar a Propagação em Elevadores, com dicas preventivas que podem evitar o contágio naquele que, para muitas pessoas, é o primeiro e o último meio de transporte usado no dia a dia.

Basta um espirro ou mesmo uma mão mal lavada clicando um dos botões do elevador para o vírus aumentar o número de vítimas.
Para evitar o Covid-19 em situações como essas, a Abeel sugere aos usuários de elevadores que não se encostem nas paredes da cabine, e que usem um lenço de papel descartável para acionar tanto o botão de chamada de pavimento como o botão de cabine.

O lenço também deve ser usado para abrir as chamadas portas de eixo vertical: aquelas que são puxadas com a mão para entrar e empurradas para sair da cabine. A cartilha sugere, também, que sejam feitas higienizações em intervalos de duas horas.

De acordo com a entidade, há cerca de 400 mil elevadores no Brasil. Só na cidade de São Paulo, a estimativa é de que a movimentação diária em elevadores corresponda ao dobro da população de Portugal (10,3 milhões).

“O objetivo da publicação é alertar os usuários sobre a importância dos cuidados e da higienização dos elevadores, além de se manter procedimentos de limpeza nos equipamentos nessa época de pandemia”, disse o presidente da Abeel, Marcelo Braga.

“Também é nosso dever orientar as empresas prestadoras de serviços de manutenção de elevadores e seus funcionários e, principalmente, oferecer informação aos síndicos e trabalhadores dos condomínios para que cuidem rigorosamente da higienização dos elevadores”, acrescentou.

A entidade alerta para o fato de que alguns produtos podem danificar peças como acrílicos e plásticos, e que produtos abrasivos e esponjas de aço não são adequados por riscar componentes.

Aos usuários de elevadores, a Abeel sugere, ainda, que evitem-os quando estiverem cheios. Nesses casos, vale esperar um pouco mais para pegar a viagem seguinte. Outra sugestão é a de usar as escadas no caso de descer dois andares ou subir um.

Dicas para quem usa elevadores

Recomendações da Abeel para o uso do elevador em edifícios residenciais ou comerciais:

• Caso precise descer apenas dois andares ou subir um único pavimento, opte pelas escadas. Evite o elevador.

• Acione o botão de chamada do elevador com o auxílio de um lenço de papel descartável. Adote o mesmo procedimento no botão interno da cabina para acionar o seu pavimento.

• Ao viajar no elevador evite encostar nas paredes da cabine.

• O condomínio deve efetuar a higienização do interior da cabine, se possível, no intercalo de duas horas, dependendo do fluxo de pessoas que circulam pelo elevador.

• É preciso cuidado para não aplicar produtos de limpeza diretamente sobre as peças como botões, visores, indicadores de posição, subteto etc. Isso pode atacar as peças como acrílicos e plásticos.

• Umedeça um tecido especial para limpeza no produto e passe suavemente sobre as partes do elevador.

Fonte: Agência Brasil

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!
Enquete

Para conter a pandemia do Covid-19 quais medidas estão sendo mais difíceis de serem adotadas no condomínio?

Controlar obras em unidades - 12.9%
Utilização de máscara por moradores - 26.4%
Informar condômino infectado - 7.9%
Aplicar as normas de silêncio - 15%
Controlar o uso de áreas comuns - 14.3%
Realização de assembleias - 20.7%
Locação de temporada - 2.9%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2020-10-27 12:32:34' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2020-10-27 12:32:34' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora