IBGE organiza Censo 2020

A coleta das informações será nos meses de agosto, setembro e outubro de 2020 A coleta das informações será nos meses de agosto, setembro e outubro de 2020

Nos condomínios, Censo deve atingir todas as unidades do edifício; IBGE conta com o auxilio dos síndicos para a pesquisa.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prepara-se para o Censo Demográfico 2020 e finalizou a etapa de Santa Catarina em uma Reunião de Planejamento e Acompanhamento do Censo (REPACs) realizada na Câmara Municipal de Florianópolis.

O encontro teve a participação da direção e coordenadores do IBGE em SC, autoridades dos poderes públicos municipais, representantes da sociedade civil e entidades parceiras onde foram apresentadas as ações da instituição para o próximo ano.

O Censo 2020 será o 9º realizado pelo IBGE e o 13º da história brasileira. Estima-se que serão recenseados 71 milhões de domicílios, 2,5 milhões deles no estado. A coleta das informações vai acontecer ao longo de agosto, setembro e outubro de 2020. “Em Santa Catarina, teremos 7,7 mil agentes censitários caminhando para obter informações de nossa população”, informou o coordenador Operacional do Censo 2020 em SC, Fabiano Rodolfo.

Segundo Saulo de Castro Lima, o Censo tem característica decenal e todo o planejamento feito com base nos dados do censo engloba a visão de 10 anos para frente trazendo um conjunto de informações que vão nortear as políticas públicas do país, influenciando também as decisões da iniciativa privada. “São dados importantes para toda a sociedade e que vão nortear as ações de planejamento a partir de 2020. A pesquisa vai retratar o país como ele é. Quanto mais detalhado, quanto mais pessoas puderem se engajar e participar, mais fiel será o retrato de nossa sociedade”, salientou o coordenador de Área do Censo 2020 em Florianópolis.

Condomínios

Obter autorização para entrar em condomínios e atualizar o cadastro de moradores pode ser um dos maiores obstáculos que os recenseadores contratados pelo IBGE poderão encontrar para realizarem a pesquisa.

"Grande parte da resistência em receber os recenseadores começa pelo próprio síndico do condomínio preocupado com questões de segurança”, indica Leandro Vidal Morais, técnico de Informações Geográficas e Estatísticas do IBGE.

Segundo o técnico, o fato de alguns síndicos não conhecerem as pesquisas do IBGE e a desconfiança em relação à identidade dos entrevistadores acaba na recusa em prestar informações. “Para fazer o cadastro dos endereços, precisamos do primeiro nome dos moradores e saber se as unidades do condomínio estão ocupadas ou não para podermos atualizar a nossa base de dados e, muitas vezes, as portarias por não conhecerem essa pesquisa acabam se recusando a fornecer as informações”, explica.

Para Morais, as portarias virtuais dificultam o contato com o responsável pelo condomínio para poder explicar a pesquisa e até mesmo direcionar o material de divulgação para o síndico. “Quando temos o contato do síndico conseguimos enviar nosso material de divulgação e reverter essa recusa em prestar a informação, já que as pessoas entendem o trabalho que será desenvolvido”, diz.

Identificação

Nos condomínios, o Censo deve atingir todas as unidades do edifício. A vantagem é que um único recenseador vai estar responsável por aquele setor censitário, ou seja, será sempre a mesma pessoa que fará a pesquisa.

O agente censitário vai estar identificado com boné, colete e o crachá do IBGE. No crachá terá a matrícula e um QR Code para remeter diretamente ao site específico para informações sobre a pesquisa no endereço www.respondendo.ibge.gov.br.

O síndico, porteiro ou responsável pela edificação pode entrar no site e verificar se aquela pessoa realmente trabalha para o IBGE. Ali vai aparecer a foto, nome completo e a matrícula do recenseador oferecendo a garantia ao condomínio de que realmente essa pessoa está credenciada pelo IBGE. “Temos muitos recursos para garantir a idoneidade e identidade do recenseador, basta os condomínios e síndicos conhecerem os canais que são o site, a linha 0800 721 8181 onde também é possível averiguar a identidade do recenseador”, explica Morais.

Confidencialidade

As informações prestadas ao IBGE têm caráter confidencial. O sigilo das informações prestadas é resguardado por todos os participantes pela Lei n. 5.534/1968.

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-12-15 20:47:31' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-12-15 20:47:31' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora