Pelo menos 1,7 mil prédios do DF não têm seguro, diz sindicato

Pelo menos 1,7 mil prédios do DF não têm seguro, diz sindicato

Depois do alerta da presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-DF), Fátima Có, sobre a existência de risco de desabamento em outros prédios da capital do país, a exemplo do ocorrido na garagem do Bloco C da 210 Norte no domingo (4/2), outra informação promete tirar o sono de muitos brasilienses.

Segundo o Sindicato dos Condomínios (Sindicondomínio/DF), pelo menos 1,7 mil edifícios – comerciais, industriais e residenciais – estão sem seguro obrigatório. Ou seja, em caso de acidente, os proprietários precisarão arcar sozinhos com os prejuízos.

Ainda de acordo com a entidade, 90% dos condomínios do Distrito Federal apresentam algum tipo de irregularidade.

“Procuramos sempre alertar os síndicos sobre a necessidade de realizar a manutenção periódica dos prédios. O problema é que o brasileiro tem por hábito só tomar providências quando ocorre algo no terreiro do vizinho”, destaca José Geraldo Dias Pimentel, presidente do Sindicondomínio.

Pimentel cita, por exemplo, a cidade de Águas Claras.

“Boa parte das novas construções apresenta problemas estruturais e rachaduras. O Corpo de Bombeiros não tem pessoal suficiente para vistoriar todos os prédios do DF”, afirma. Outros problemas, segundo relata, incluem falta de mangueiras, hidrantes, extintores de incêndio, porta corta-fogo e sinalização.

Como as seguradoras exigem vistoria de todos os órgãos governamentais – o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, por exemplo – para assinarem contratos com os prédios, muitos acabam não conseguindo obter a apólice.

O Metrópoles acionou a corporação para rebater as declarações, mas os bombeiros disseram que só se manifestarão caso o Sindicondomínio apresente um documento comprovando os dados fornecidos pelo presidente da entidade.

Seguro obrigatório
A contratação do seguro obrigatório é uma determinação da Lei n° 4.591 de 1964, que dispõe sobre o condomínio em edificações e as incorporações imobiliárias.

Segundo o parágrafo único da norma, o seguro precisa ser feito “obrigatoriamente dentro de 120 dias, contados da data da concessão do Habite-se, sob pena de ficar o condomínio sujeito a multa mensal equivalente a 1/12 do imposto predial”.

Preços
A reportagem fez contato com o Sindicato dos Corretores de Seguros do Distrito Federal e ouviu do presidente do órgão, Dorival Alves de Sousa, que o seguro obrigatório de um condomínio custa, em média, entre R$ 2 e R$ 5 mil anuais. Os valores pagos nos sinistros variam de acordo com as coberturas contratadas.

“Alguns fatores são levados em conta para a contratação de seguros obrigatórios. Podemos destacar o tamanho do prédio, a localização e o custo do metro quadrado naquela região, além da idade do condomínio em questão”, explicou o sindicalista.

 

Fonte: Metropole

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Como é controlada a portaria do seu condomínio?

Portaria Remota - 13%
Portaria 24 Horas Orgânico - 26.7%
Portaria 24 Horas Terceirizada - 24.7%
Controle de Acesso - 16.4%
Não possuímos - 18.5%

Total votos: 146
A votação para esta enquete foi encerrada em: Junho 6, 2017
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2018-04-27 00:28:37' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2018-04-27 00:28:37' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora