Ambiente de crescimento

Ambiente de crescimento

O bom exercício da função de síndico está pautado no desenvolvimento de habilidades para suplantar desafios. E a maestria nessa função, ou seja, exercer essa função com fluidez está balizado em dimensionar as habilidades de acordo com os desafios.

Esse requisito de dimensionamento passa pelos quatro estágios da competência ou do aprendizado, amplamente difundido no mundo corporativo, bem como pelos teóricos do desenvolvimento pessoal e profissional, e são:

Incompetência inconsciente - que é o estágio do aprendizado em que você não sabe que não possui a habilidade para suplantar o desafio;

Incompetência consciente - é o estágio em que você assume não possuir habilidade necessária para suplantar o desafio;

Competência consciente - é o estágio onde, para suplantar o desafio, você apoia suas habilidades em ferramentas, instruções e capacitações como quem confere uma receita para fazer um bolo;

Competência inconsciente - é o momento de confiança na masterização da “receita”, aqui o aprendiz tem consciência da dimensão do desafio, sua habilidade para suplantá-lo, bem como a visão/memorização da ferramenta necessária para tanto.

Ao percorrer esse caminho, de busca pela maestria, o síndico “excelente”, como todo aprendiz em desenvolvimento, remodela a sua mentalidade, seu modo de contemplar os desafios e buscar as habilidades necessárias. Sei que esse conceito de remodelagem de mentalidade está um pouco “prostituído” e já é considerado um clichê em todo conteúdo de desenvolvimento, mas acreditem que eu não conseguirei fechar a ideia que estou tentando desenvolver nestas linhas sem falar no conceito de “mindset fixo” e “mindset de crescimento”.

Pois bem, “mindset” nada mais é que a mentalidade, ou a forma de contemplar determinada situação. De forma geral a mentalidade fixa é quando a sua forma de contemplar uma situação, problema ou desafio não leva você a lugar nenhum além do ponto de partida. E a mentalidade de crescimento é o contrário, quando a forma de contemplar uma situação, problema ou desafio leva você do ponto “A” para um ponto “B”, que necessariamente não é a etapa final do processo. Porém esse caminho percorrido do ponto “A” para o ponto “B” é o próprio desenvolvimento.

O mundo corporativo há décadas vem desenvolvendo ferramentas de gestão, que podem e devem ser aplicadas no universo da gestão condominial com o objetivo de traçar essa linha entre o ponto “A” e o ponto “B”, ajudando assim a adquirir o já tão amplamente mencionado por mim desenvolvimento pessoal e profissional na função de síndico. A boa prática de toda estratégia inicia em um planejamento. Em uma projeção, ou tentativa de projeção da situação na íntegra ou fragmentada em etapas estrategicamente pré-definidas. Um recurso muito utilizado para essa finalidade é o mapa mental, que pode ser utilizado para visualizar e memorizar um desafio por inteiro, ou apenas um fragmento desse desafio.

Mapa Mental Web

Um mapa mental nada mais é que uma representação gráfica, um desenho, um diagrama, uma representação visual da situação, problema ou tarefa. Consiste em identificar o ponto “A” no centro do mapa e ir ramificando as etapas na busca do ponto “B” de forma radial. Cada uma dessas ramificações podem ser etapas, objetivos ou fragmentos do desafio a serem superados. O poder do mapa mental está em proporcionar uma visão ampla e ao mesmo tempo fragmentada da jornada entre os já tão falados pontos “A” e “B”. É recomendado nesse processo abusar de cores, desenhos, letras, entre outros artifícios gráficos disponíveis. Existem até ferramentas gratuitas disponíveis na internet para esse fim, mas uma simples folha de papel serve.

Caro leitor, espero que estas linhas tenham impactado você no sentido de enxergar a função de síndico com a seguinte mentalidade de crescimento: o exercício da função de síndico é sobretudo um ambiente de crescimento pessoal e profissional. E para completar esse processo eu lhe convido a elaborar um mapa mental, seja dos seus objetivos, das boas práticas de gestão de determinado condomínio, ou na ocasião do próximo desafio. 

Rogério de Freitas, graduado em Administração de Empresas, Pós-Graduado em Marketing e Gestão Empresarial, Síndico Profissional.

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-12-10 23:54:32' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-12-10 23:54:32' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora