Aumenta o número de furtos em prédios de Balneário Camboriú

Aumenta o número de furtos em prédios de Balneário Camboriú

Treinamento de funcionários, vigilância eletrônica, colaboração dos moradores e policiamento são as soluções apontadas para resolver o problema

Síndicos de Balneário Camboriú têm relatado a ocorrência frequente de furtos nos condomínios. Geralmente, são roubos praticados no interior das garagens e envolvem bens dos moradores como rodas, pneus e equipamentos de automóvel, bicicletas e motos.

Entre as principais causas apontadas pela Polícia Militar está o descuido, muitas vezes, de moradores que deixam ou os portões de entrada abertos ou não percebem o ingresso de pessoas estranhas ao condomínio durante o fechamento dos portões. “Nos casos que atendemos foi constatado que, na maioria, foram criminosos aparentemente viciados em drogas que estão sempre procurando uma oportunidade para furtar algo e trocar por drogas”, diz o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel José Evaldo Hoffmann Junior.

Para o presidente do Secovi/SC, Sérgio Luiz dos Santos, o aumento no número de ocorrências deve-se também ao crescimento populacional e à explosão demográfica no entorno de Balneário Camboriú. “A cidade tem crescido nos últimos anos em uma proporção de 10% a 12% de sua população, isso faz com que também aconteçam alguns casos em relação à delinquência. Mas, felizmente, não temos nenhum relato de assalto à mão armada nos edifícios”, diz.

O presidente destaca que o Secovi tem promovido treinamento específico dos porteiros, quanto a essa questão da segurança. “Os nossos condomínios estão, quase todos, dotados de câmeras de vigilância, o que ajuda também a inibir os furtos”, afirma.

Síndica do Condomínio Residencial Irati, a farmacêutica Sônia Christina Boeing é uma das que já enfrentou ocorrências de furtos de bicicletas e outros bens guardados nas garagens. 

Para impedir furtos, o condomínio investe em câmeras de segurança com monitoramento feito pelos próprios moradores em suas TVs nas unidades, alarmes de portas eletrônicas e chaveamento após 22 horas pelo morador. “Como não dispomos de porteiro no edifício, o fechamento das aberturas é de responsabilidade de todos, inclusive visitas que devem ser instruídas pelos proprietários”, revela a síndica.


Com 18 apartamentos, além de duas áreas de garagens privativas, o condomínio, segundo ela, conta com os equipamentos de segurança e com a colaboração dos moradores para evitar contratempos no condomínio. “Em parte, os moradores contribuem, mas sempre existem aqueles que acham que porque a porta estava antes aberta não têm obrigação de fechar. E é nesse momento que podem ocorrer os sinistros”, diz Sônia, lamentando a falta de atendimento imediato da Polícia Militar, fato que colabora para a fuga do marginal.

Sonia Sindica Bc
Sônia Christina Boeing investe em câmeras de segurança para impedir furtos no condomínio

“Garantimos nossa segurança através das câmeras e de um grupo de síndicos da região que se comunicam por meio do aplicativo Whatsapp, local onde são trocadas ideias, informados os problemas e enviadas as imagens dos infratores para que sejam conhecidas por todos no intuito de minimizar a situação. Recentemente uma dupla foi flagrada entrando em vários edifícios, inclusive no nosso, e pelas câmeras conseguimos divulgar e foram presos”.

ORIENTAÇÕES DA PM

- Sempre que o morador estiver chegando ao condomínio, antes de abrir a porta ou portão da garagem, observar se não há alguém suspeito nas proximidades esperando um descuido para entrar no prédio.

- Após entrar no condomínio, esperar o portão fechar para ter certeza de que ninguém não autorizado se aproveita para entrar no local. Sempre que verificar alguém suspeito, recomendamos ligar imediatamente para o 190 e informar o maior número de características possíveis para que possamos abordar e verificar.

- Utilize o programa “Rede de Vizinhos”, o programa usa o aplicativo Whatsapp para reunir vizinhos de determinada localidade em um grupo que informa a Polícia Militar sobre alguma atividade suspeita na região. Com isso, é enviada uma viatura para verificar as denúncias e prevenir, antes que um crime aconteça.

Fonte: 12º Batalhão de Polícia Militar

 

SERVIÇOS:

• Clique aqui e confira empresas especializadas em Segurança Condominial

 Clique aqui e conheça empresas especializadas em Sistemas de Segurança

• Clique aqui e encontre Sistemas Online de Gestão para Síndicos

• Clique aqui e confira empresas especializadas em Administração de Condomínios

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Como é controlada a portaria do seu condomínio?

Portaria Remota - 13%
Portaria 24 Horas Orgânico - 26.7%
Portaria 24 Horas Terceirizada - 24.7%
Controle de Acesso - 16.4%
Não possuímos - 18.5%

Total votos: 146
A votação para esta enquete foi encerrada em: Junho 6, 2017
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2018-05-25 01:13:57' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2018-05-25 01:13:57' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora