Planejando a limpeza

Planejando a limpeza

Profissionalização e planejamento permitem mais eficiência e economia na higienização das áreas comuns

Quem não gosta de chegar em casa e sentir aquele cheirinho de limpeza? Da mesma forma, ter o condomínio limpo agrada a todos que nele circulam. Mas manter as áreas comuns varridas, halls e corredores limpos, com um aspecto agradável exige alguns cuidados especiais além dos que temos nas residências.

Gerente Comercial de uma distribuidora de produtos de limpeza, Sônia Gonzaga explica que para higienizar corretamente as áreas comuns é necessário identificar o tipo de resíduo a ser limpo. “Para sujeiras impregnadas, é necessário verificar se são oriundas de resíduos orgânicos ou não e a partir dessa análise definir o tipo de detergente a ser usado, com base alcalina ou neutra, sempre levando em consideração o tipo de piso, que não pode sofrer agressão em sua superfície”, explica.

De acordo com a profissional, tanto para limpeza de salão de festas, como de lixeiras, pisos de garagens, elevadores e outros, a premissa básica é sempre começar de cima para baixo e dos fundos para frente. Além disso, é preciso definir o processo de higienização que o local exige, se somente limpeza ou limpeza e desinfecção. “A limpeza e desinfecção serão obrigatórias nas lixeiras e banheiros”, orienta Sônia.

Linha profissional

Síndica do Residencial Ilha Azul, em Florianópolis, Mariana Thomé da Silva diz que apesar de ter um condomínio pequeno e com pouca área comum, todos os produtos utilizados são de linha profissional, pois facilitam a limpeza. “O que demanda mais tempo é a lavação dos pisos de garagem. Ao fechar o contrato com a empresa terceirizada de limpeza, solicitamos a ajuda de mais profissionais para a lavação do piso, conforme a necessidade do condomínio. Agendamos com uma semana de antecedência e avisamos os moradores para a retirada dos carros no horário determinado”, diz a síndica, acrescentando que nos demais dias, o funcionário faz a manutenção do local com um soprador e um sugador que substituem a vassoura e facilitam o serviço.

Limpeza
A síndica Mariana Thomé da Silva diz que todos os produtos de limpeza utilizados no condomínio são de linha profissional

Tecnologia

Segundo Sônia, o mercado de higiene e limpeza vem se profissionalizando ao longo dos anos, lançando inovações em maquinários e equipamentos que garantem mais economia e eficiência. Ela explica que hoje é possível contar com máquinas lavadoras de pisos, que lavam e secam ao mesmo tempo, indicadas para limpeza de garagens e de prédios comerciais, além também das varredoras mecânicas e automáticas, utilizadas nos condomínios que têm área muito extensa para limpeza. “As lavadoras custam, em média, R$ 10.500 para compra e R$ 980 reais para a locação mensal. Já as varredoras podem custar R$ 3.500 para compra ou R$ 580 a locação”.

Para os processos mais simples, a profissional destaca a evolução dos baldes e panos de limpeza que são substituídos por espremedores profissionais, que além de facilitar a execução do trabalho também colaboram para a saúde dos operadores que utilizam esses equipamentos.

Além dos equipamentos, a profissional orienta que o uso de produtos concentrados pode trazer várias vantagens, como a economia na utilização da água e produtos químicos, e a padronização da limpeza. “A maioria desses produtos é biodegradável, portando inofensiva ao meio ambiente, e já traz em sua formulação os ativos necessários para aplicação em grandes áreas e em locais para grande fluxo de pessoas, o que a difere dos produtos domésticos”, esclarece.

Mas, o maior diferencial está na economia, pois cada litro de produto diluído pode sair por até R$ 0,16 e substitui produtos geralmente usados como álcool, sapólio, água sanitária e detergente multiuso. “Sem exagero, podemos afirmar que a economia direta e indireta se comparada a produtos domésticos fica na ordem de 40%”, explica Sônia.

 

SERVIÇOS:

• Clique e confira empresas especializadas em Limpeza e Conservação, Portaria e Zeladoria

• Clique aqui e confira empresas especializadas em Administração de Condomínios

• Clique aqui e encontre Serviços para Condomínios

 

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-11-18 23:20:42' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-11-18 23:20:42' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora