Cuidados com os prédios nos temporais

  • 25/Janeiro/2017 - Redação CondominioSC




  • A-
  • A+
Cuidados com os prédios nos temporais

 

Com excesso de chuva o problema mais comum é a inundação das garagens no subsolo.

Para escoar a água é necessário o edifício contar com bombas submersas com acionamento automático, que ao ultrapassar um nível estipulado são acionadas para enviar a água ao sistema pluvial da via pública. O arquiteto especialista em patologia da construção Armando Felipe da Silva observa que em chuva intensa e prolongada, as bombas podem não possuir capacidade para lançar toda a água.

Se isso ocorrer no prédio, é hora de aumentar o número de bombas. Além de danificar equipamentos, a estrutura do edifício também sofre estragos na pintura da garagem até as armaduras das paredes que vão perdendo a resistência.

Em vésperas de períodos de chuvas fortes e prolongadas é importante o síndico tomar alguns cuidados. Silva salienta que os principais são limpar as calhas dos telhados e saídas pluviais (ralos) a cada seis meses - em edifícios muito próximos de vegetação limpar a cada mês -, verificar periodicamente se o prédio não está com telhas quebradas e o estado das mantas de impermeabilização das coberturas e dos áticos.

Além disso, também é necessário chamar um profissional habilitado para conferir a impermeabilização dos poços dos elevadores, pois os mesmos não podem conter água; verificar as vedações das esquadrias junto aos requadros externos, fazer as revisões das bombas de recalque, sistema de sinal sonoro da segunda bomba e revisar a de recalque manual, além de manter as calhas de drenagem do subsolo limpas.

Tempestade

Além da ocorrência de chuvas prolongadas, com a proximidade do verão também é comum ocorrer às tempestades com descargas atmosféricas, conhecidas como relâmpagos, que muitas vezes provocam mortes e prejuízos. Por isso, a necessidade da utilização dos pára-raios é tão importante, principalmente no Brasil, onde caem mais de 100 milhões de raios por ano e é o país com maior incidência no mundo.

A manutenção deve ser feita anualmente e após uma forte tempestade também é importante fazer uma vistoria. Além disso, qualquer reparo no prédio geralmente causa variações no SPDA e deve ser inspecionado também.

Matéria originalmente publicada em Jornal dos Condomínios de Outubro de 2008

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-04-20 22:09:08' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-04-20 22:09:08' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora