Lei poderá proibir publicidade nas fachadas de Florianópolis

  • 07/Novembro/2013 - Graziella Itamaro




  • A-
  • A+
Lei poderá proibir publicidade nas fachadas de Florianópolis

 

Seguindo o exemplo de outras capitais, o excesso de comunicação visual: cartazes, anúncios, propagandas, banners, totens, placas e outras mídias externas espalhados pelas ruas também tem sido tema de debate na capital catarinense.

A insatisfação com a descaracterização do espaço urbano levou a criação, em 2011, do Movimento Floripa Cidade Limpa. O objetivo do grupo é a aprovação de uma lei que normatize a exposição de mídia visual externa, seguindo o exemplo de outras cidades brasileiras, como por exemplo, São Paulo. “Nossa proposta é exigir dos Poderes, Executivo e Legislativo, uma lei rigorosa em relação ao aspecto visual da cidade em que moramos, já que, ano a ano, o que vemos é a degradação visual da cidade, em total desrespeito à sua natureza e arquitetura”, explica Paula Bragaglia, uma das organizadoras do Floripa Cidade Limpa.

Tramitação

Apartidário e composto por 16 integrantes, o Movimento está acompanhando constantemente, junto à Câmara de Vereadores e à Prefeitura, o andamento do Projeto de Lei de Paisagem, também conhecido como “Cidade Limpa". “Acreditamos que o Projeto de Lei possa ser votado ainda neste ano”, relata a organizadora. De acordo com o Movimento, até o momento, já foram coletadas 6 mil assinaturas favoráveis ao projeto. “Acreditamos que o cidadão deve ser respeitado em seu direito de enxergar a cidade. Diante de tantas possibilidades indoor, a rua não deve ser mais o espaço adequado para isto”, argumenta Paula Bragaglia.

Renda extra para condomínios

Localizado no Centro de Florianópolis, o Edifício Presidente aluga sua fachada para publicidade. De acordo com a síndica Mariah Salles, a cessão do espaço foi aprovada antes da sua gestão e a renda extra contribui com pequenas despesas do condomínio permitindo melhorias e benefícios para os moradores. “O aluguel garante uma boa renda para o condomínio, que podemos colocar no fundo de reserva, e cobrir algumas despesas do edifício”, explica Mariah.

Mas na opinião da síndica, o movimento é positivo. “A mídia visual externa desregulamentada, sem dúvidas, suja a cidade. È muito comum ver cartazes, banners e outras propagandas sem qualquer critério de apresentação e colocados em qualquer lugar, sem o mínimo de infraestrutura. Por esta razão, sou a favor da aprovação da lei e se der certo acho que temos muito a ganhar com esse projeto”, declara. Por Graziella Itamaro

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-04-22 18:23:55' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-04-22 18:23:55' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora