Instalação de splits exige cuidados

  • 11/Outubro/2012 - Redação CondominioSC




  • A-
  • A+
Instalação de splits exige cuidados

 

Os splits - condicionadores de ar mais modernos - proporcionam conforto às pessoas. Nos condomínios, refrescam salões de festas, halls e apartamentos. Mas é preciso atenção na escolha e também efetuar a manutenção periódica para assegurar o bom desempenho do aparelho.

O proprietário da Ideal Fibras, de Balneário Camboriú, Martam Rauber de Souza, recomenda a instalação com parafusos de inox e bucha. A empresa fabrica as caixas protetoras dos equipamentos. De acordo com ele, elas servem como uma capa e padronizam os aparelhos num prédio.

A orientação dele está relacionada, principalmente, a prédios e residências localizadas no Litoral, onde com o tempo a maresia destrói o cabeamento. “É preciso atenção porque se enferrujar, o aparelho pode até cair e machucar alguém”, explica. Uma avaliação da aparelhagem uma vez por mês é importante, destaca o empresário. Souza orienta ainda que em prédios muito antigos é preciso avaliar com cuidado se haverá suporte de energia para a colocação do equipamento.

O empresário Jeferson Silveira Jorge, proprietário da Fibrasil, de Criciúma, no Sul, também recomenda a colocação de parafusos reforçados para evitar acidentes. No caso das cidades do interior onde não há problemas com maresia, os parafusos podem ser de latão galvanizados, que demoram mais a enferrujar, explica. A tubulação também deve ser observada antes da instalação dos equipamentos.

Aparelhos são mais econômicos

O proprietário da De Paula Climatização, de Balneário Camboriú, Neuto de Paula, ressalta que o split é muito mais vantajoso do que os aparelhos de ar-condicionado tradicionais. “Aqueles mais antigos podem ser comparados aos videocassetes. Um dia não serão mais úteis”. Na avaliação do empresário, os splits são mais econômicos porque consomem até 40% menos energia, são ecológicos e produzem menos ruído.

Dentre as dicas repassadas por ele, está a de instalá-los em locais de fácil acesso para a manutenção. A higienização também deve ser efetuada uma vez por ano, sendo preciso retirá-lo do local e levá-lo até a uma loja especializada para avaliação.

O engenheiro mecânico e gerente técnico da Ambiental Climatização, de Balneário Camboriú, Jacinto Mendes, também indica que seja consultado um profissional ou empresa qualificada que fará o cálculo da carga térmica, ou seja, determinar qual a potência necessária para cada ambiente, proporcionando conforto térmico e consumo racional de energia elétrica. Além disso, o técnico também irá verificar a tubulação necessária para a refrigeração do aparelho, respeitando as recomendações dos fabricantes.

Diferenças entre split e ar-condicionado

Ambos são condicionadores de ar. O equipamento que chamamos de ar-condicionado é um condicionador semelhante a uma “janela”. São assim designados por ficarem embutidos em janelas ou paredes. Todos os seus componentes ficam posicionados numa mesma unidade, com uma caixa.

O condicionador split é dividido em duas unidades. A interna (evaporadora), que climatiza o ambiente, e a unidade externa, onde se situa o compressor. Desta forma, elimina-se o ruído do interior do ambiente. O split também gera mais economia de energia elétrica.

Dicas

Os síndicos que pretendem instalar estes aparelhos em áreas comuns do edifício devem consultar um profissional ou empresa especializada em climatização, que se disponha a apresentar uma solução viável (técnica e economicamente). Também é preciso que apresente garantias e responsabilidade técnica pela execução dos serviços, por meio de nota fiscal e Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

- Em geral, o que mais preocupa os condomínios é a estética do edifício. Fora esta questão, deve-se ficar atento para a carga elétrica adicional, que será necessária para a climatização, e à determinação de locais seguros para as instalações e manutenções das condensadoras (unidades externas).

- Posicionar o aparelho na parte superior da parede, pois dessa forma haverá melhor circulação do ar ambiente (o ar frio sempre desce e o ar quente sobe), com o adequado consumo de energia elétrica.

- Revisão anual e limpeza de todos os componentes do sistema.

- Limpeza mensal dos filtros para que se possa manter a qualidade do ar ambiente.

Fonte: engenheiro mecânico Jacinto Mendes, da Ambiental Climatização, de Balneário Camboriú

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Descreva como é a gestão no seu condomínio

Auto Gestão (Não tem auxilio de administradora/contabilidade) - 16.1%
Auto Gestão Assistida (Contrata serviços terceirizados de contabilidade) - 17%
Gestão com empresa administradora - 32.1%
Síndico Profissional (com administradora) - 27.7%
Síndico Profissional (sem administradora) - 5.4%
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2019-04-22 20:54:36' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2019-04-22 20:54:36' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora