Balneário Camboriú investe na qualidade de vida para o idoso

Balneário Camboriú investe na qualidade de vida para o idoso

 

Condomínios da cidade se preocupam em adaptar áreas comuns para terceira idade

Clima agradável, muitas opções de lazer, comércio com preços que agradam a vários gostos, hotéis, bares e restaurantes, principalmente, excelente qualidade de vida, com clínicas especializadas, postos de saúde e hospitais oferecendo bom atendimento. Estes são os principais fatores que levam o público da terceira idade a escolher o município de Balneário Camboriú para morar, ou pelo menos, passar alguns meses durante o verão.

Na cidade existe ainda várias atividade para grupos de idosos cadastrados, serviços promovidos pela Prefeitura Municipal e pela Secretaria da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso, que hoje comporta grande volume de participantes.

Idosos Balneario Camboriu
Cerca de 20% da população de Balneário Camboriú é formada por idosos

Com o objetivo de dar novo ânimo a este público, são oferecidos bailes e cursos de dança, ginástica, terapias manuais e jogos, além de palestras com orientação sobre saúde e valorização humana. Dia 1° de outubro comemora-se o dia nacional do idoso. Até o ano de 2006, esta data era celebrada no dia 27 de setembro, porém, em razão da criação do Estatuto do Idoso em 1º de outubro, o dia do idoso foi transferido para esta data, de acordo com a Lei n. 11.433 de 28 de dezembro de 2006.

O Brasil que já foi denominado como o país dos jovens, tem hoje 14,3% da sua população formada por pessoas acima dos 60 anos. Em 20 anos, o país será o sexto no mundo com o maior número de pessoas idosas. O dado serve de alerta para que o governo e a sociedade se preparem para essa nova realidade não tão distante. Isso está dentro da pauta na cidade de Balneário Camboriú devido à grande concentração de idosos e os condomínios procuram se adequar para atender moradores e visitantes.

Acessibilidade
Uma das grandes preocupações, ao pensar em proporcionar comodidade ao idoso, é oferecer acessibilidade em todas as áreas, desde o hall de entrada, escadas e até mesmo na garagem. A arquitetura do prédio e áreas comuns deve seguir os padrões de segurança para idosos bem como para os portadores de necessidades especiais. O condomínio deve adaptar corrimãos em escadas, incluir acesso em rampas e elevadores, letreiros de identificação com fonte legível e iluminação adequada.

Muito cuidado com pisos, pois esses devem ser antiderrapantes. Tapetes não são recomendados, pois a queda é um fator de alto risco para o idoso, que pode provocar fraturas graves, e incapacidade motora.

Essas pequenas benfeitorias melhoram a vida dos idosos, bem como, das gestantes, das mães com crianças de colo, dos deficientes físicos, das crianças e obesos que também circulam e convivem no edifício.

Defender o direito do idoso dentro do condomínio e conciliar as suas dependências faz com que estes se sintam melhor em sua vivência diária. O síndico como responsável direto por todas as dependências da edificação, deve estar atento a tudo que nela acontece, a fim de proporcionar a melhor forma de vida aos condôminos da “melhor idade”.

DICAS de atenção ao idoso

• Cuide das áreas de acessibilidade do condomínio

• Evite deixar resíduos que possam ter sabão ou detergentes na limpeza de corredores

• Nunca deixe áreas poucos iluminadas ou com luzes queimadas, pois podem provocar acidentes

• Os locais de aclive ou declive devem ter corrimão e sinalização

• Preserve a autonomia e independência do idoso

• Consulte o idoso sempre antes de realizar projetos de socialização, confira se ele gostaria de participar

• Promova encontros de interação entre todas as idades para evitar o isolamento social

• Conheça os moradores e identifique as pessoas que precisam de mais ajuda

• Previna o funcionário novo do condomínio das orientações de atenção aos idosos

• Dê treinamento ao porteiro para que seja capacitado a lidar com o idoso

• Busque os dados do idoso: tenha sempre em mãos os telefones de familiares e amigos para possível contato

• Descubra as limitações e possíveis doenças para melhor agir em primeiros socorros.

  • Gostou do conteúdo? Indique a um amigo!




  • A-
  • A+
Enquete

Como é controlada a portaria do seu condomínio?

Portaria Remota - 13%
Portaria 24 Horas Orgânico - 26.7%
Portaria 24 Horas Terceirizada - 24.7%
Controle de Acesso - 16.4%
Não possuímos - 18.5%

Total votos: 146
A votação para esta enquete foi encerrada em: Junho 6, 2017
SELECT i.*, CASE WHEN i.modified = 0 THEN i.created ELSE i.modified END as lastChanged, c.name AS categoryname,c.id AS categoryid, c.alias AS categoryalias, c.params AS categoryparams, u.userName AS nomeColunista , u.image AS imgColunista , u.userID AS idColunista FROM #__k2_items as i RIGHT JOIN #__k2_categories c ON c.id = i.catid LEFT JOIN #__k2_users u ON u.userID = i.created_by WHERE i.published = 1 AND i.access IN(1,1,5) AND i.trash = 0 AND c.published = 1 AND c.trash = 0 AND ( i.publish_up = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_up <= '2017-11-21 11:55:48' ) AND ( i.publish_down = '0000-00-00 00:00:00' OR i.publish_down >= '2017-11-21 11:55:48' ) AND i.catid=17 AND i.catid IN(17) OR i.id IN (SELECT itemID FROM #__k2_additional_categories WHERE catid IN(17 ) )  ORDER BY i.id DESC LIMIT 0 , 1
Acesse sua Administradora