2014

   

Comunicação interna: a aliada do síndico

24 de julho de 2012 •

Comunicação interna: a aliada do síndico

A comunicação interna de um edifício pode ser um fator determinante para o sucesso da atuação de um síndico. A divulgação de informações de uma maneira eficaz traz transparência para a gestão e aumenta a capacidade participativa dos moradores no dia- a-dia do prédio.

Sabendo a importância de uma comunicação eficiente, a síndica Marilete de Luca, do Edifício Mariana, no centro de Criciúma, optou por trocar o antigo mural logo que assumiu a função, em 2005.

Desde então, o alimenta regularmente com novas informações para os moradores dos 36 apartamentos do residencial. “Temos um mural na entrada do prédio em que sempre colocamos recados importantes para os condôminos”, destacou. Outro display informativo, dentro do elevador, também é usado para colocar textos em datas comemorativas. “No Dia das Mães, por exemplo, coloquei uma mensagem para cumprimentá-las pelo seu dia”, lembrou.

Quando aconteceu a queda do Edifício Liberdade e de duas outras construções no Rio de Janeiro no começo deste ano, a síndica colou reportagens e colocou avisos sobre a importância de fazer reformas de maneira consciente e com o acompanhamento de profissionais capacitados. “Quando acontece algo importante, contextualizamos com o prédio e colocamos avisos internos”, comentou Marilete de Luca.

Segundo a síndica, os moradores têm respondido bem aos pedidos e recados colocados no mural. “É importante, pois assim todos têm acesso às informações”, disse. Em outros pontos estratégicos do condomínio, também são colocados avisos para garantir o bem-estar e a preservação da estrutura, como, por exemplo, recados para a conservação da porta de entrada. “Caso as solicitações não estejam sendo atendidas, conversamos com o morador e, se necessário, fazemos uma notificação por escrito. Apenas depois desses passos, quando o comportamento não é adequado, que aplicamos uma multa”, finalizou.

Gestão transparente

No Condomínio Cynthia, no bairro Comerciário, o síndico Jorge Daros faz questão que
todas as decisões tomadas no condomínio sejam muito claras e transparentes. Para tal, além dos avisos afixados em mural próprio do condomínio e na parte interna do elevador, em alguns casos específicos, o síndico direciona notas, cartinhas, relatórios, informações e orientações aos moradores.

As mensagens são colocadas por debaixo da porta do apartamento ou deixadas nas caixinhas do correio. “Tendo sido professor, e hoje aposentado, penso que quanto mais informação a pessoa tiver, melhor o entendimento dos seus direitos e dos seus deveres. Esse procedimento também cria um ambiente de confiança e amizade entre todos no condomínio”, ressaltou Daros.

Para o síndico, os moradores precisam ser informados em relação ao conteúdo da convenção, do regimento interno e dos acontecimentos que são do seu interesse. Em geral, a comunicação no prédio envolve questões relativas ao consumo da água, do gás, segurança, avisos de obras previamente aprovadas em assembleia e cuidados com a observância dos preceitos indicados no regimento. “Estou sempre à disposição para ouvir sugestões e necessidades dos condôminos”, destacou Daros.

O síndico ressalta a importância do cargo e o dever de cumprir as obrigações, sobretudo, as legais. “Busco conhecer as leis. Como síndico, tenho obrigações a cumprir e, respaldado pelas leis do condomínio, convenção e regimento interno, devo ser justo para com todos, tolerante e compreensivo quando for possível, mas jamais criar privilégios na administração”, comentou, lembrando que dedicação, compreensão e firmeza devem estar presentes em todos os momentos. “Agindo assim percebo que os moradores estão satisfeitos”, completou.

Dicas

• Nas assembleias realizadas no condomínio, a questão da comunicação pode e deve ser um tópico de discussão. Avalie junto com os condôminos a melhor forma de divulgação de informações. Aproveite a oportunidade para receber dicas de síndicos anteriores e para ouvir sugestões de moradores.

• Os murais devem conter informações importantes para os condôminos e devem ser alimentados regularmente com novos conteúdos. É importante lembrar-se de retirar as informações obsoletas.

• A garagem pode ser um local de propagação da informação e colocação de um mural de avisos, visto que muitos moradores só entram e saem do prédio em seus automóveis, não passando pelo hall de entrada.

• Já imaginou montar um informativo interno para o condomínio? Veja a viabilidade de elaborar uma publicação impressa ou on-line com informações importantes para os moradores, dando transparência à gestão do síndico. Mantendo uma periodicidade (quinzenal, mensal ou bimestral, por exemplo), pode até mesmo se tornar um documento informal sobre o dia-a-dia do condomínio.

• Lembre-se de usar o bom senso na hora de escrever a mensagem. O conteúdo deve ser claro, conciso e não deve comprometer nem intimidar nenhum morador.

• Tenha cuidado com erros de português: uma mensagem bem escrita com certeza é melhor compreendida.

Tags:

 

Comente no Facebook

comentários

Related News

Parabéns, Síndicos!
Você já foi síndico?
Síndicos jovens no comando

Um comentário

  1. CARLOS EDGAR SCHEUER
    24 de julho de 2012 às 19:20

    Transparência em todas informações. Deve ser comunicado TUDO o que se faz no condomínio, este não é um bem individual e sim compartilhado.

Deixe um comentário em nosso site

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

POLÍTICA DE MODERAÇÃO DE COMENTÁRIOS:

A legislação brasileira inclui a possibilidade de se penalizar blogs e sites pelo conteúdo publicado, mesmo comentários de terceiros. Portanto, o Portal CondomínioSC se reserva o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, invasão de privacidade pessoal ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos diferentes do tratado no site também poderão ser eliminados.